Av. Ricardo Brandão, 400 - Itanhangá Park
Campo Grande / MS

(67) 3901-6900

Av. Ricardo Brandão, 400 - Itanhangá Park
Campo Grande / MS
ampliar

A Ford confirmou o lançamento do Territory, SUV médio de nova geração, nos mercados do Brasil e da Argentina em 2020. O carro foi mostrado pela primeira vez aos brasileiros durante o Salão do Automóvel de São Paulo do ano passado. Desenvolvido em conjunto pela Ford Motor Company e a Jiangling Motors Co e especialmente projetado para os consumidores chineses (de onde ele virá importado), o SUV é uma grande aposta da marca para brigar de frente com o Jeep Compass.

“A resposta dos consumidores ao Territory foi excelente, especialmente nos aspectos chaves de design externo e interno, espaço e tecnologia. Eu disse então ao nosso time que tínhamos de arregaçar as mangas e trazer rapidamente esse veículo para os consumidores da região. É uma satisfação confirmar agora que ele será lançado no Brasil e na Argentina em 2020”, disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

Segundo ele, o Territory é uma combinação perfeita da experiência global da Ford em engenharia, qualidade e manufatura com a competitividade de custos da China para entregar um produto vencedor. “Ele é um exemplo da rápida transformação da Ford em uma empresa realmente centrada no consumidor, mais conectada e focada em qualidade e serviços, com produtos empolgantes que vão surpreender e encantar os clientes.”

O executivo informou ainda que a primeira exibição pública do Territory será feita no mês que vem, no Rock in Rio, festival que tem a Ford como montadora oficial.

SUV de nova geração

A conectividade é um de seus pontos fortes. Além de carregamento sem fio para celular, central multimídia e painel de instrumentos com telas de 10 polegadas, ele terá um sistema de comunicação em tempo real com modem embarcado conectado ao FordPass que permite ao motorista travar, destravar, dar partida, localizar e obter informações de telemetria do carro remotamente. Esse recurso também poderá viabilizar a oferta de novos serviços, como seguros baseados no uso do cliente.

“O Territory é um grande exemplo de como a Ford está se transformando rapidamente para cada vez mais espelhar os consumidores de hoje e do futuro. Ou seja, uma geração conectada, móvel e ativa que quer resolver seus problemas de forma fácil e rápida e tem o tempo como commodity mais valiosa”, afirmou Rogelio Golfarb, vice-presidente da Ford América do Sul.

Além de oferecer o maior espaço da categoria para os passageiros de trás, o Territory traz equipamentos como câmera de visão 360 graus. Suas tecnologias de assistência ao motorista incluem piloto automático adaptativo, estacionamento automático, alerta de permanência em faixa e monitoramento de ponto cego. Como estratégia de mercado, a Ford não divulgou preços do Territory no Brasil.

Também não foram divulgados dados oficias de motorização e medidas do carro. Mas isso tudo pode ser conseguido no site da Jianling Motors, da China. Com uma distância de entre eixos de 2.716 mm e uma largura de 1.936 mm, ele promete muito espaço para os ocupantes. 

Considerado um "modelo de baixo custo na China", o Territory terá uma ampla gama de motorizações por lá. Além de um motor movido à gasolina, opções híbridas estarão disponíveis, sendo uma "híbrida leve" e outra plug-in - que possibilita o recarregamento em tomadas.

Para o Brasil, as especificações sobre motor serão divulgadas apenas quando o lançamento estiver próximo. A única certeza é que a versão eletrificada está descartada para o mercado brasileiro, afirmou Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

Otimismo na economia

Lyle Watters mostrou uma visão otimista em relação às perspectivas de crescimento econômico do Brasil e da Argentina, os dois maiores mercados da região. O acordo entre o Mercosul e a União Europeia foi destacado como um dos fatores que contribuem para essa percepção.

“Esse acordo é um dos maiores já celebrados no mundo. Ele terá uma implantação gradual, mas vai mudar as relações do Brasil e da Argentina com o mundo. Achamos isso muito importante para a região e em particular para o setor automotivo e vai exigir um intenso trabalho para elevar a nossa competitividade”, disse.

O presidente da Ford América do Sul citou ainda a aprovação da reforma da previdência e os esforços do governo e do Congresso em direção ao realismo fiscal como pontos favoráveis dessa evolução. “Na minha visão, estes são os combustíveis para um crescimento sustentável da economia”, afirmou.

O executivo também demonstrou confiança de que a Argentina seguirá um caminho de modernização administrativa e econômica. “Tanto o Brasil como a Argentina estão buscando estímulos para promover o crescimento da economia e, ao refletir sobre esse cenário, sinto-me realmente otimista e motivado a levar os nossos negócios a um novo nível na região”, completou.

Gabriel Lopez, presidente da Ford Argentina, destacou a força da marca no mercado argentino, com uma linha de grandes produtos que será reforçada com a chegada do novo SUV. “O Territory será o próximo capítulo da nossa história de sucesso no país e parte do negócio muito mais forte e sustentável que estamos construindo com uma visão centrada no consumidor.”

 

 

Mais fotos

Clique na foto para ampliar